Mensagens

Feynman acerca do Conhecimento

Aqui fica um excerto duma das muitas entrevistas feitas a um dos meus maiores heróis - Richard P. Feynman. Este excerto foi extraído de um programa de TV da BBC difundido em 1981 sob o nome "The Pleasure of Finding Things Out".

O excerto do discurso a que me refiro começa aos cerca de 45 minutos do programa televisivo e é bem mais eloquente se for ouvido em vez de ser lido. É muito fácil encontrar cópias do vídeo na internet; aqui ficam dois links: este e este.

Em menos de 5 minutos, Feynman dá-nos uma grande lição de humildade. 

Perante a incerteza sobre a natureza última da existência, ele parece ter escolhido aceitar essa incerteza, sem no entanto desistir de procurar o máximo conhecimento possível acerca do mundo que nos rodeia. 

Esta postura continua a ser para mim das mais assombrosas provas de honestidade por parte de um brilhante pensador e obreiro como o foi Feynman.

"... If you expected science to give all the answers to the wonderful questions about what we are, …

Contestar a ordem social é necessário

A ordem social é importante. Infelizmente não sabemos fazê-lo sem designar uma elite a quem delegamos e confiamos o poder para regular essa mesma ordem. Por isso mesmo, acredito que é igualmente importante haver vozes de contestação contra essa mesma ordem; porque só havendo liberdade para questionar e mesmo contestar os poderes instituídos, pode existir uma verdadeira pluralidade de ideias e opiniões, o que permite por sua vez um permanente reajuste e re-equilíbrio dos poderes e contra-poderes. Uma das formas de contestação com mais visibilidade nos tempos de hoje é liderada pelos artistas e entre essas formas de expressão, sou particularmente sensível à da música, sendo ainda verdade que entre os músicos, o meu coração é quase sempre conquistado pelos mais extremos desses actores semi integrados num sistema do qual tentam paradoxalmente desintegrar-se. A visibilidade da mensagem de contestação desses artistas é ironicamente tanto maior quanto maior o sucesso deles como produto de…

Sobre a data da Páscoa

Imagem
A origem da festividade conhecida no mundo ocidental pelo nome Páscoa remonta muito provavelmente a tempos bem anteriores aos do Cristianismo (tal como a festa do Natal). Os cristãos apenas reciclaram tradições tão antigas quanto o alvorecer da civilização Humana, revestindo-as de novos símbolos adequados ao seu credo. Antes do Cristianismo, existiam festividades (apelidadas pagãs pelos novos cristãos há cerca de 2000 anos) que celebravam o renascer cíclico da vida simbolizado pelo início da primavera que se segue a cada Inverno. Afim de poder reaproveitar as tradições já existentes e assim promover mais facilmente a aceitação de uma nova ordem Religiosa, a data da festa da Páscoa foi instaurada pelas autoridades Cristãs como correspondendo à do primeiro Domingo após a primeira lua cheia que sucede ao equinócio da primavera (bem entendido que estamos a falar do equinócio do hemisfério Norte onde habitavam as pessoas que criaram este culto). O facto do período do ciclo lunar  não ser …

Legislação pela proibição

No seguimento da aprovação da nova lei sobre a PMA (Procriação Mediacamente Assistida) na passada sexta feira 13 Maio 2016,  acho que este é um exemplo que ilustra bem o modo errado segundo o qual legislamos.

Claro que a Joana tem o direito que a irmã seja o útero de aluguer para o seu filho que não pode crescer dentro de si (ver esta notícia no Público) !  Ou mesmo qualquer outra mulher que ela escolha e aceite a tarefa.
E não deveria ter sido necessário haver um partido a reparar na falha da lei precedente, e perder-se horas ou dias de trabalho dos deputados para escrever e votar uma proposta a rectificar a lei anterior.
A lei anterior é que deveria ser suficientemente abrangente e progressista para não termos que andar com emendas.  Não deveriam bastar os artigos de uma boa constituição ?

Isso permitiria que o sistema da justiça fosse infinitamente mais ágil e simplificado por não ter que enredar as analises de cada caso através de um labirinto infindável de leis orientadas às si…

O receio das mudanças

Imagem
Quando ouvir alguém dizer que os telémovéis estão a tornar-nos em seres anti-sociais e que "antigamente é que era! Antigamente as pessoas falavam umas com as outras, olhos nos olhos" ...


O Lagrangeano do Modelo "Standard"

Imagem
Eu sei que o modelo "Standart" já deu muitas provas, inclusivamente com a descoberta do bosão de Higgs mas não sei....
Chamem-me céptico, mas por muito que admire os feitos da Física de Partículas, um modelo assente numa expressão com este aspecto não pode ser a "palavra final".

Champion of the false claims and bullshit stories

No comments needed. Just watch and laugh:

https://www.youtube.com/watch?v=6RT6rL2UroE